Notícias

Compartilhe nas redes sociais:

Dia Mundial de Conscientização da Violência contra o Idoso

Acaps incentiva supermercados a participarem do movimento, que tem o objetivo de sensibilizar a sociedade para o problema e motivar denúncias de violência.

A Associação Capixaba de Supermercados (Acaps) está incentivando os estabelecimentos a desenvolverem ações para marcar o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, comemorado em 15 de junho. A pedido do Conselho Municipal do Idoso de Vitória (Comid), a entidade orienta que os supermercadistas preparem as lojas para a data, a partir da inclusão de um laço na cor roxa no uniforme de parte dos profissionais, afixação de folder nos caixas com os canais de denúncia de violência contra o idoso e utilização do sistema de som para divulgar trechos do Estatuto do Idoso.

A campanha tem o objetivo de sensibilizar a sociedade para o enfrentamento das diversas formas de violência cometidas contra quem chegou ou já passou dos 60 anos, seja ela física, financeira, psicológica, sexual ou relacionada a atos de abandono e negligência. A data, que foi instituída em 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa, tem o roxo como a cor do movimento.

Para se ter uma ideia da gravidade do assunto, estima-se que um a cada seis idosos ao redor do mundo vivenciam alguma forma de violência, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O superintendente da Acaps, Hélio Schneider, ressalta que a causa se torna ainda mais importante nesse período de pandemia do novo coronavírus, uma vez que idosos fazem parte do grupo mais vulnerável à doença e no momento ficam mais suscetíveis a violações dos seus direitos fundamentais, com o agravante do isolamento social. “Precisamos informar que a violência ao idoso é crime e que os casos de agressão precisam ser denunciados”, afirma.

Outras Notícias