Notícias

Compartilhe nas redes sociais:

Pessoas como fonte de motivação

Lorrany Santos Rocha, de 37 anos, é encarregada de Recursos Humanos do supermercado Multishow de Araçás e de Ilha dos Bentos, no município de Vila Velha. Ela está na empresa há 19 anos. A sua inserção no setor se deu como estagiária em um outro supermercado. Como estudante, queria muito trabalhar para conseguir pagar a formatura do ensino médio. E assim foi. A primeira função exercida por Lorrany foi a de operadora de caixa.

Como você avalia a experiência de atuar no setor supermercadista?

É gostoso trabalhar com pessoas e é um setor que não para nunca. Veio a pandemia e a gente continuou trabalhando firme e com o supermercado vendendo normalmente. Isso traz segurança e estabilidade. É bom trabalhar nesse setor, é um segmento de desafios, que sempre traz coisas novas.

Qual é o principal desafio ao exercer a sua profissão no setor supermercadista?

O supermercado, por ser comércio, é trabalhoso, uma vez que o rodízio de pessoas é grande, muitos indivíduos entram e saem. Então, para o RH, é puxado por conta disso, temos de ficar procurando pessoas, sempre estar atrás de contratações. Isso porque é difícil encontrar quem fica por muito tempo no comércio, já que é um trabalho de segunda a sábado e, normalmente, no domingo também. Muitas vezes, as pessoas não entram pensando em carreira. O principal desafio é justamente esse de reter funcionário. É muito difícil formar equipe.

O que difere o setor supermercadista dos outros setores, na sua opinião?

É um setor que nunca para porque as pessoas sempre vão estar precisando. É difícil no ramo como o nosso, por enquanto, que a pessoa seja substituída completamente por uma máquina como acontece nas indústrias. Precisamos realmente de pessoas. Além disso, nossos clientes vêm, muitas vezes, todos os dias. Alguns mais idosos vêm aqui só para conversar, mais de uma vez ao dia. Esse é um grande diferencial dos supermercados. Muitos idosos, durante a pandemia, precisaram ficar fora do supermercado, e percebermos a alegria deles quando voltaram para a loja. É difícil ter outro ramo com um relacionamento com o cliente como o nosso.

O que te motiva? O que te inspira na execução do seu trabalho?

O que me motiva é conseguir formar uma equipe que trabalha bem e que gosta da empresa e alcançar resultados a partir dessa equipe que formei. Ver uma equipe ser elogiada pelo atendimento é um diferencial hoje em dia. Além disso, gosto do meu ambiente de trabalho, vou trabalhar motivada.

BOTÃO-NOTICIAS-SITE

Outras Notícias

?>